segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

REFLEXÕES DE ANO NOVO


"Então, meu caro amigo, é chegado o exato momento,
Em que deves retirar deste barco o que lhe tem valia,
Empurre-o, ele cairá mansinho na cachoeira do tempo,
Alegra-te! Novo barco e novo rio virão com o novo dia."

GÍRIAS E POESIAS


 "Porém, onde não se vê, é que ela mora,
Fica bem lá, no silêncio do pensamento,
 Nas angústias que não ficaram lá fora,
 Nas alegrias que fugiram de dentro." 

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

É NATAL...



terça-feira, 18 de dezembro de 2012

ENCONTROS NOS DESENCONTROS


A saudade sorriu-me, cantando vitória,
Acostumada sempre à mesma história,
As lágrimas, nem hesitou em devolver-me,
E imaginando outro sabor, pude conter-me.